Dinâmica da Lição 01: A Sobrevivência em Tempos de Crise (Adultos)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: A Sobrevivência em Tempos de Crise.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir o estudo do terceiro tópico, aplique a dinâmica “A Crise é o resultado do mundo decaído”, que proporcionará o conhecimento sobre a verdadeira felicidade.

Dinâmica: A Crise é o resultado do mundo decaído

Prezado professor, neste trimestre estudaremos a respeito da crise ética, social e econômica que assola o nosso país. Estamos vivendo em uma sociedade em tem enfrentado sérias crises, mas o Reino de Deus não. Podemos confiar no Deus da nossa provisão.
Objetivo:
Apresentar o tema do trimestre.
Material didático:
Um copo de vidro com água e dois comprimidos efervescentes (Sonrisal).
Atividade didática:
Apresente a nova revista e o tema do trimestre. Em seguida, faça a seguinte indagação aos alunos: "Quais são as crises que enfrentamos no Brasil atualmente?" Ouça as respostas com atenção. Em seguida, coloque os comprimidos no copo com água. Peça que os alunos observem a efervescência. A água parece dobrar de volume e crescer. Explique que a crise econômica e política no Brasil é como a água efervescente. Ela está crescendo e já alcança milhares de pessoas, crentes e não crentes. Diga que já são milhões de desempregados. Explique que a nossa fé em Deus nos faz vencer as crises. Mostre novamente o copo. Peça que observem a água e diga não está mais em efervescência. Diga que o mundo está em crise, mas o Reino dos Céus não. Deus é e sempre será a nossa força. Ele acalma as águas agitadas e o vento contrário. Conclua, lendo com os alunos Habacuque 3.19.

Por Telma Bueno
Fonte: Revista Ensinador Cristão
Adaptada por Roberto José


Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!





Dinâmica da Lição 01: O real significado da adoração e do louvor (Jovens)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O real significado da adoração e do louvor.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para se ter uma visão geral da lição do trimestre, aplique a dinâmica “Louvor e Adoração”, que proporcionará uma melhor compreensão sobre os assuntos que serão estudados.

Dinâmica: Louvor e Adoração

Objetivo:
Levar os alunos a entender a diferença entre louvor e adoração.
Despertá-los a louvar e a adorar ao Senhor
Material didático:
Papel A4
Caneta
Atividade didática:
Explique para seus alunos que existe diferença entre louvor e adoração. O louvor está centrado no reconhecimento do que Deus faz; louvar é reunir todos os feitos que conhecemos do Senhor e expressá-los em palavras ou cânticos, numa atitude de exaltação e glorificação ao Seu nome. Podemos louvá-lo pela salvação, pelos livramentos, pela vida, por tudo que ele tem feito. Já a adoração é o reconhecimento do que Deus é. Enquanto o louvor se concentra no que Deus faz a adoração se concentra no que Ele é. Deus é sábio, é amor, é santo, misericordioso, etc. Adorar é exaltar esses atributos divinos, é engrandecer a pessoa do Seu ser. Depois de explicar e definir cada termo, divida a turma em dois grupos. Entregue a cada grupo papel e caneta. O primeiro grupo irá fazer uma lista dos motivos pelos quais devemos louvar ao Senhor, enquanto que o segundo grupo deverá fazer uma lista dizendo os atributos divinos que devem ser reconhecido por um verdadeiro adorador. Cada grupo terá cinco minutos para fazer essa importante tarefa, em seguida eles terão cinco minutos para expor tudo aquilo que conseguiram reunir de Deus que nos leva a louvá-lo e adorá-lo. Após a apresentação convide seu alunos a duas orações: Uma louvando a Deus e outra o adorando.


Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!

Por Roberto José
Todos os direitos reservados  http://www.ensinadorcristao.com.br/





Dinâmica da Lição 01: Escatologia?! O que isso significa? (Juvenis)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Escatologia?! O que isso significa?
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir esta lição, aplique a dinâmica “O que vem por aí”, que proporcionará uma melhor compreensão sobre o assunto estudado.

Dinâmica: O que vem por aí

Neste trimestre os juvenis vão estudar um tema bem empolgante: escatologia bíblica. Muitos jovens têm medo de estudar esse tema, pois, infelizmente, alguns fazem da escatologia um filme de terror. Usam os temas para colocar medo nos jovens. A Segunda Vinda de Jesus não deve nos assustar. Ela é a nossa esperança, pois receberemos um corpo glorificado e reinaremos com Cristo eternamente.
Objetivo:
Sondar o conhecimento dos alunos a respeito da escatologia bíblica e introduzir o tema do trimestre.
Material didático:
Quadro branco ou de giz.
Atividade didática:
Apresente a nova revista e o tema do trimestre aos alunos. Depois escreva no quadro as frases relacionadas abaixo. Os alunos vão dizer se as afirmações a respeito da volta de Jesus são verdadeiras ou falsas. Enfatize que precisamos estudar escatologia para saber discernir o que é mentira em relação à Segunda Vinda de Jesus e o que é verdade.
• A Segunda Vinda de Jesus não passará de 2020. (Errado! A Bíblia diz que o "Dia do Senhor virá como o ladrão à noite" (1 Ts 5.29). Jesus não disse quanto tempo estaria ausente. Ele também afirmou que somente o Pai sabe o tempo de sua volta (Mt 24.30,36)).
• Quando Cristo voltar, os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. (Certo! A Bíblia garante que "os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro" (1 Ts4.16).
• A Igreja passará pela Grande Tribulação. (Errado! A Igreja não passará pela Grande tribulação (1 Ts 1.10).)
• Todos, sem exceção, vão comparecerem diante do tribunal de Cristo. (Certo! Todos, sem exceção, comparecerão à presença de Deus (Rm 14.10-12). Ali cada um receberá segundo o que tiver feito (2 Co 5.10; Rm 2.16).)


Por Telma Bueno
Fonte: Revista Ensinador Cristão
Adaptada por Roberto José

Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!





Dinâmica da Lição 01: Cartas Paulinas para Hoje (Adolescentes)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Cartas Paulinas para Hoje.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir esta lição, aplique a dinâmica “Cartas que ensinam”, que proporcionará uma melhor compreensão sobre o assunto estudado.

Dinâmica: Cartas que ensinam

Neste trimestre os adolescentes, vão estudar a respeito das Epístolas Paulinas. Muitas dessas cartas foram escritas enquanto Paulo se encontrava preso por anunciar o evangelho. Seus alunos vão aprender que nada pôde impedir Paulo de cumprir sua missão.
Objetivo:
Introduzir o tema do trimestre.
Material didático:
 Quadro branco, papel com as questões e caneta.
Atividade didática:
Sente-se com os alunos em círculo. Leia, juntamente com eles, o título das lições e faça um comentário geral a respeito do tema do trimestre. Diga que as epístolas de Paulo não estão em ordem cronológica. Elas foram agrupadas pelo tamanho do texto; logo, as cartas maiores vêm primeiro. Em seguida, faça a seguinte indagação: "Qual é a ordem cronológica das cartas?" Ouça os alunos e depois peça que formem duplas. Distribua para as duplas as folhas com as epístolas e peça que eles tentem colocá-las na ordem cronológica. Quando todos terminarem, faça a correção colocando o gabarito no quadro. Conclua propondo um desafio para a classe: ler durante o trimestre todas as Epístolas Paulinas em ordem cronológica.
(1) 1 Tessalonicenses
(2) 2 Tessalonicenses
(3) 1 Coríntios
(4) 2 Coríntios
(5) GáLATAS
(6) Romanos
(7) COLOSSENSES
(8) Efésios
(9) Filipenses
(10) Filemom
(11) 1 Timóteo
(12) Tito
(13) 2 Timóteo

Por Telma Bueno
Fonte: Revista Ensinador Cristão
Adaptada por Roberto José

Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!




Dinâmica da Lição 01: A Obediência aos Pais (Pré-Adolescentes)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: A Obediência aos Pais.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir o estudo da lição, aplique a dinâmica “Família e relacionamentos”, que proporcionará uma melhor compreensão sobre o assunto estudado.

Dinâmicas: Família e relacionamentos

A família vem sofrendo ao longo dos anos vários tipos de ataque do Inimigo, pois, destruindo as famílias, o futuro de qualquer sociedade se torna incerto. No século XXI, a constituição familiar tem divergido muito do padrão bíblico que compreende em seu núcleo básico — marido, mulher e filhos (Gn 2.24). Em muitas instituições de ensino, sejam elas públicas, sejam privadas, já não se comemoram mais o Dia dos Pais ou das Mães. Tenho certeza de que este trimestre será uma boa oportunidade para refletir a respeito dos princípios divinos para a família e a necessidade que temos de orar constantemente em favor dos nossos lares.
Objetivo:
Introduzir o tema do trimestre.
Material didático:
Caixa com diferentes objetos (chave, caneta, papel, etc.)
Atividade didática:
Professor, sente-se com os alunos em círculo. Coloque no centro do círculo a caixa com os vários objetos que você trouxe. Depois, peça que os alunos escolham um objeto que possa representar um membro de sua família. Dê um tempo para que os alunos façam suas escolhas. Em seguida, peça que o aluno diga qual membro da família o objeto representa e o porquê da escolha. Ouça com atenção os alunos e explique que a família é a reunião de pessoas com temperamentos e personalidades diferentes, e para que a vida em família seja uma bênção é preciso que os membros da família cumpram os princípios bíblicos estabelecidos pelo Senhor. Peça que os alunos leiam esses princípios relacionados em Efésios 5. 22-33 e 6.1-4.

Por Telma Bueno
Fonte: Revista Ensinador Cristão
Adaptada por Roberto José

Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!





Dinâmica da Lição 01: Um novo caráter: A lei do Reino de Deus (Dicipulando 4º Ciclo)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Um novo caráter: A lei do Reino de Deus.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir o estudo do terceiro tópico, aplique a dinâmica “Temperos da felicidade”, que proporcionará uma melhor compreensão sobre o assunto estudado.

Dinâmica: Temperos da felicidade

Objetivo:
Conhecer o verdadeiro sentido da felicidade espiritual.
Material didático:
Uma panela com a palavra TEMPEROS DA FELICIDADE colada nela;
As oito bem aventuranças digitadas em papel
Tesoura
Cola
Atividade didática:
Antes da aula:
Separe uma panela e coloque na parte lateral a palavra: Temperos da felicidade
Recorte os papeis com cada uma das oito bem-aventuranças e coloque dentro da panela, conforme relação logo abaixo:
- Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
- Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.
- Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.
- Bem-aventurados os que tem fome e sede de Justiça, porque serão fartos.
- Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão a Misericórdia.
- Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a face e Deus.
- Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
- Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
Pesquise na lição e internet a interpretação e significado de cada Bem-aventurança.
Durante a aula:
Inicie a dinâmica pedindo que os alunos relatem momentos de tristezas que já viveram em suas vidas, levando-os a ficar desanimados em alguns momentos. Ouça-os atentamente.
Diga que enquanto estivermos vivendo aqui nessa terra estaremos sujeitos a situações de tristezas, no entanto que existe um tipo de felicidade que não depende das circunstâncias que estão a nossa volta, mas sim do nosso nível de comunhão com Deus, enquanto mais a nossa comunhão com Deus for maior mais essa felicidade será completa. Coloque a panela no centro da sala e diga que vamos apresentar os temperos que não podem faltar para a felicidade ser completa. Abra a panela e solicite que os alunos retirem cada papel, um a um. Na medida em que eles forem retirando cada bem-aventurança pergunte o que eles entenderam, reforce a explicação com seu comentário.
Ser feliz dentro do contexto greco-romano era: ser culturalmente sábio; ter posses; ter influência; ter beleza física. Os religiosos tinham muito orgulho de si mesmos e se viam como superiores aos outros. Usavam a lei como forma de exaltação pessoal e justiça própria. Subjugavam os mais humildes e menos favorecidos na sociedade.
Jesus vai contra a mentalidade de que para “ser” alguém era necessário “ter” algo.
Para Jesus ser bem aventurado é estar pleno, feliz, independentemente das circunstâncias. A felicidade está em ser dependente de Deus, em viver uma vida de íntima comunhão com Ele.
Encerre mostrando que as pessoas que Jesus descreve nesta passagem tem uma qualidade diferente em seu caráter e estilo de vida daqueles que ainda não desfrutaram da verdadeira felicidade em Cristo.



Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!


Por Roberto José
Todos os direitos reservados  http://www.ensinadorcristao.com.br/