Dinâmica da Lição 08: Ouvindo os pais ou os amigos? (Adolescentes)




Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Ouvindo os pais ou os amigos?
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Faça o que os pais mandar”.



Dinâmica: Faça o que os pais mandar

Objetivo:
Refletir sobre a obediência as orientações paternas.
Materiais didáticos:
uma venda.
Atividade didática:
- Escolham uma pessoa da classe ou outra que se apresente voluntariamente para fazer o papel de um cego, para isto coloque uma venda sobre seus olhos.
- Comecem a dar comandos para ele executar, como por exemplo: Siga em frente! Dobre à direita! Dobre à esquerda! Dê 03 passos para frente! Dê 02 passos para trás! etc.
Em seguida diga que ele continue a andar com a venda nos olhos sem a sua orientação e comando. Mostre aos alunos como ele vai bater e tropeçar várias vezes por não ter ninguém para o guiar. Dessa forma, vocês poderão analisar os filhos que procuram dar ouvidos as orientações dos pais e os que procuram desprezar essa orientação.
- Retirem a venda do aluno e façam as seguintes perguntas:
Como você se sentiu sendo guiado?
Como você se sentiu sem um guia?
Caminhar com um guia nos dar mais confiança?
- Reflitam sobre as respostas do aluno “cego”, enfatizando a importância da segurança, confiança que devemos ter com os ensinos dos pais.
- Dar ouvidos a algo é dar a devida atenção, é fazer o que nos pedem, e isso implica em bênçãos ou embaraços quando fazemos o contrário.
Quem nunca disse assim “Bem que meu pai falou, ou que minha mãe falou e eu não dei ouvidos” geralmente chegamos a essa conclusão quando o negócio desanda, ou quando damos com a cara na parede.
Espero que essas palavras tiradas da Bíblia sagrada possa lhe ajudar a ser um melhor ouvinte, e verdadeiramente dar ouvidos as coisas certas, aos conselhos sábios, para que sua vida seja uma benção nas mãos do Senhor.

- Finalize, lendo essa história:

Tudo o que André mais gostava era de sair com os amigos após o trabalho. O barzinho da esquina era sempre frequentado durante a semana. Aos sábados, saía para as baladas e só voltava no domingo.

Em todos os finais de semana, a rotina era a mesma. Mas, houve um sábado que foi diferente. Quando os amigos chegaram, a mãe de André pediu para que o filho não fosse à festa combinada. Ele a ouviu e atendeu. Dispensou os colegas e ficou em casa. Entre os rapazes que foram, estava Luiz. Quando ele ouviu André dizer que não iria porque a mãe o orientou, imediatamente Luiz lembrou que sua mãe também havia lhe aconselhado sobre o mesmo. Porém, Luiz insistiu. Bateu o pé e disse que iria. “Afinal de contas, o que haveria de mal em ir a uma festa?”, ele questionava. A mãe não pôde fazer nada.

Horas mais tarde, após haverem se divertido, namorado, curtido a noite inteira, os rapazes voltaram para casa. Era de madrugada, e o carro em que estavam fora fechado por outro, sem que tivessem chance de escapar. Três homens saíram do veículo e começaram a atirar. Todos os quatro rapazes foram baleados e mortos. O único que sobreviveu foi André, porque não estava lá.

São em momentos reais como este que os provérbios de Salomão soam como verdadeiras máximas. Elas se encaixam perfeitamente aos nossos dias, ainda que escritas há mais de 2 mil anos. O curioso é que sempre Salomão bate na mesma tecla: ouvir os pais. Atendendo a isto, as sábias dicas de sabedoria do rei nos ajudarão a ter uma vida longa e muito mais segura.


Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!


Dinâmica adaptada por Roberto José
http://www.ensinadorcristao.com.br  todos os direitos reservados.


3 comentários:

  1. nossa que legal..me ajudou bastante !

    ResponderExcluir
  2. Muito bom👏 Que o Senhor nos der uma aula muito produtiva.

    ResponderExcluir
  3. Agradeço a visita de Paula Ramos e Lila. Seus comentários fazem com que nos dediquemos mais a esta obra, pois podemos ver que, de alguma forma tem servido de ajuda a EBD. Voltem sempre.

    ResponderExcluir