Dinâmica da Lição 10: O Dom de Interpretar as Línguas (Pré-Adolescentes)



Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O Dom de Interpretar as Línguas
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar algumas sugestões apresentadas aqui.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Falando por códigos e sinais”.



Dinâmica: Falando por códigos e sinais

Objetivo: 
Estimular o cristão a buscar o dom de interpretação de línguas.
Material didático:
Cópias do alfabeto em LIBRAS 
Tesouras
Colas
Folhas de papel A4 ou ofício
Atividade didática:
Antes da aula:
Providencie varias cópias do alfabeto em LIBRAS de acordo com a quantidade de alunos de sua sala.
Durante a aula:
Divida a turma em dois grupos. Entregue a todos os alunos uma cópia do alfabeto em LIBRAS e meia folha de papel em branco. Apresente a todos o alfabeto em LIBRAS e diga que a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e entre surdos e ouvintes. A LIBRAS é uma das linguagens de sinais existentes no mundo inteiro para a comunicação entre surdos e entre surdos e ouvintes. Esta é uma forma codificada de se comunicar. Para os que sabem interpretar esses códigos a comunicação se torna fácil e inteligível. Solicite ao primeiro grupo que forme uma pequena palavra em LIBRAS e cole na folha em branco. Para isso será necessário uma tesoura e cola para recortar os códigos e colar na folha em branco. Após a palavra formada os alunos do primeiro grupo devem entregar aos alunos do segundo grupo a palavra elaborada e pedir para que a interprete. Solicite para que a interpretação seja colocada por trás da folha. Depois que todos terminar peça para leiam a palavra traduzida.
Diga que o dom de interpretação está diretamente ligado ao dom de variedades de línguas, ou não faria sentido existir.
Esclareça agora que a interpretação das línguas é a habilidade de interpretar, no próprio vernáculo, aquilo que foi pronunciado em línguas; É a capacidade dada pelo Espírito de interpretar as línguas estranhas (I Co 12.10). Vejam bem, não se trata de uma simples interpretação, mais de algo que foge ao intelecto humano. Diferente da interpretação aprendida em uma escola; é proveniente do Espírito Santo, ou seja, o Espírito Santo é quem dá a interpretação!
Encerre dizendo que este dom está a disposição de todos que desejar e buscar de todo coração.


Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.

Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!


Por Roberto José
http://www.ensinadorcristao.com.br  todos os direitos reservados.


0 comentários:

Postar um comentário